Entrar

Quantas questões precisa acertar para passar no Enem?

Por Sumaia Santana | Em 08/04/2023 14:22:27 | Como Passar, Como Estudar

A pontuação máxima é 1.000, sendo que somente a nota da redação do ENEM vale 1.000. Para chegar nesse patamar, você precisa obter 200 pontos em cada uma das cinco competências descritas a seguir:


A pontuação máxima é 1.000, sendo que somente a nota da redação do ENEM vale 1.000
A pontuação máxima é 1.000, sendo que somente a nota da redação do ENEM vale 1.000

Confira a seguir os tópicos que abordaremos neste conteúdo:

As provas do ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio) foram aplicadas nos dias 13 e 20 de novembro por 3.331.566 inscritos.

Na primeira data, os candidatos responderam 90 questões de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, além de produzirem uma redação, cujo tema foi “Desafios para valorização de comunidades e povos tradicionais no Brasil”.

Já no segundo dia, 90 questões de Ciências da Natureza e suas Tecnologias.

Em relação ao gabarito, sua divulgação aconteceu no dia 23, no portal do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Aplicadas). Já o resultado final poderá ser consultado em 13 de fevereiro de 2023 no Portal do Participante.

Mas, você por acaso sabe quantas questões precisa acertar para passar no ENEM? É isso que a gente explica hoje.

Qual é a pontuação máxima do ENEM?

A pontuação máxima é 1.000, sendo que somente a nota da redação do ENEM vale 1.000. Para chegar nesse patamar, você precisa obter 200 pontos em cada uma das cinco competências descritas a seguir:

  • Competência I: domínio da norma culta da Língua Portuguesa;
  • Competência II: entendimento do tema na estrutura de redação dissertativa;
  • Competência III: saber interpretar dados para defender seu ponto de vista;
  • Competência IV: domínio dos mecanismos linguísticos;
  • Competência V: apresentar uma solução ao problema apresentado.

Esses 200 pontos são distribuídos assim:

  • até 40 pontos: precário;
  • de 41 até 80 pontos: insuficiente;
  • de 81 até 160 pontos: bom;
  • de 161 até 200 pontos: ótimo.

Agora, o estudante que entregar a folha em branco, desenhar, redigir menos de 8 linhas, falar sobre coisas que desrespeitem os direitos humanos, escrever textos motivacionais, não se identificar e escrever em outro idioma tira zero na redação.

Como é calculada a nota do ENEM?

Se a nota da redação é algo simples, o mesmo não podemos falar sobre o método do cálculo das questões do ENEM. Isso porque o Inep utiliza o TRI (Teoria de Resposta ao Item) para chegar a nota das questões.

O TRI mede o grau de dificuldade e a consistência nas respostas, desta forma as perguntas mais difíceis são valorizadas e os chutes contam pontos negativos.

Desta forma, acertar muitas perguntas pode não ser algo vantajoso, porque se você gabaritar um número elevado de perguntas fáceis e nenhuma pergunta de alta complexidade, o TRI faz um cálculo da média entre as questões fáceis, médias e difíceis e também o nível de conhecimento do candidato em cada área do conhecimento.

E o que dá para fazer com a nota do ENEM?

Você pode usar a nota do ENEM de cinco formas:

  1. Sistema de Seleção Unificado (SiSU): implantado em 2010, o SiSU é um programa de seleção de estudantes para bolsas em universidades particulares. São duas edições por ano, uma por semestre. Para participar, o candidato precisa entrar no site do programa usando o login e senha gerados no ato da inscrição do ENEM;
  2. Programa Universidade para Todos (ProUni): criado em 2004, o ProUni é uma seleção de estudantes para bolsas integrais ou parciais em universidades privadas. Quem conseguir uma bolsa precisa ter aproveitamento mínimo de 75% em cada semestre;
  3. Fundo de Financiamento Estudantil (FIES): criado em 2004, o FIES é um programa de financiamento para possibilitar o ingresso de estudantes em universidades particulares;
  4. Vestibular: muitas instituições mesclam o vestibular tradicional com a nota do ENEM, enquanto outras usam somente a nota do exame para seleção. Você precisa consultar as regras das universidades que você tem em mente;
  5. Estudar em Portugal: mais de 50 universidades portuguesas aceitam a nota do exame, graças a um convênio com o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Aplicadas). Caso esteja nos seus planos estudar no país europeu, consulte quais são as instituições e suas regras.

Quais são os assuntos que mais caem na prova do ENEM?

Caso você não tenha feito a prova do ENEM neste ano, ou se a sua nota não tenha sido suficiente para seus planos, confira esta relação dos assuntos que mais são cobrados para ir melhor na edição de 2023:

Linguagens, Códigos e suas Tecnologias

  • Funções de Linguagem;
  • Figuras de Linguagem;
  • Tipos de texto e gêneros textuais;
  • Variação linguística;
  • Cancioneiros e composições populares;
  • Linguagem não verbal;
  • Semântica;
  • Interpretação de texto e Intertextualidade;
  • Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol).

Literatura

  • Literatura Medieval e Trovadorismo;
  • Renascentismo;
  • Barroco e Arcadismo;
  • Romantismo;
  • Pré-modernismo e Modernismo;
  • Modernismo em Portugal;
  • Poesia, poema e prosa.

Ciências Humanas e suas Tecnologias

  • Cartografia;
  • Climas do Brasil e do mundo;
  • Acordo de Paris e Conferências ambientais;
  • Aquecimento global e efeito estufa;
  • Bacias hidrográficas;
  • Biomas do Brasil e do mundo;
  • Estruturas geológicas e tipos de relevo;
  • Geografia urbana;
  • Globalização;
  • Fontes de energia;
  • Matriz de transporte;
  • Blocos econômicos;
  • Setores da economia brasileira;
  • Questão agrária;
  • Crescimento da China;
  • Neocolonialismo na África e Conferência de Berlim.

Sociologia

  • Auguste Comte e Positivismo;
  • Bauman;
  • Foucault;
  • Cultural material e imaterial;
  • Patrimônio histórico e cultural;
  • Movimentos sociais;
  • Internet e redes sociais;
  • Sociologia do trabalho.

História

  • Civilização romana e civilização grega;
  • Feudalismo;
  • Absolutismo e Reforma Protestante;
  • Revolução Francesa;
  • Revolução Industrial e as origens do capitalismo;
  • 1ª Guerra Mundial;
  • Revolução Russa;
  • Comunismo;
  • Regimes totalitários;
  • 2ª Guerra Mundial;
  • Guerra Fria;
  • Formação de Israel e Questão Palestina;
  • Expansão Marítima;
  • Brasil Colônia e Escravidão;
  • Período Regencial;
  • Brasil República e as revoltas na república velha;
  • Independência do Brasil e da América Espanhola;
  • América Latina;
  • Era Vargas;
  • Ditadura Militar.

Filosofia

  • Filosofia Clássica;
  • Pré-Socráticos e seu legado;
  • Platão e Aristóteles;
  • Filósofos medievais;
  • Renascimento;
  • Descartes;
  • Bacon;
  • Iluminismo.

Ciências da Natureza e suas Tecnologias

Química

  • Funções orgânicas e reações orgânicas;
  • Forças intermoleculares;
  • Ligações químicas;
  • Cinética química;
  • Química inorgânica;
  • Química ambiental;
  • Termoquímica;
  • Soluções;
  • Separação misturas;
  • Equilíbrio Químico.

Biologia

  • Fisiologia humana: sistemas respiratório, digestivo, circulatório, nervoso, etc;
  • Biologia celular: células eucariontes e células procariontes;
  • Células tronco e clonagem;
  • DNA e RNA;
  • Imunologia;
  • Soros e vacinas;
  • Grupos sanguíneos;
  • 1ª Lei de Mendel e 2ª Mendel;
  • Parasitoses humanas;
  • Vírus, bactérias e fungos;
  • Vertebrados;
  • Evolução e seleção natural;
  • Ciclos biogeoquímicos;
  • Poluição.

Física

  • Leis de Newton;
  • Fenômenos ondulatórios;
  • Termodinâmica;
  • Calorimetria;
  • Energia e trabalho;
  • Cinemática;
  • Aceleração, aceleração escalar e aceleração da gravidade;
  • Movimento uniforme e movimento uniformemente variado;
  • Força magnética;
  • Circuitos elétricos;
  • Eletrostática;
  • Acústica;
  • Hidrostática.

Matemática e suas Tecnologias

  • Regra de três;
  • Porcentagem;
  • Unidades de medida;
  • Análise combinatória;
  • Funções e equações de 1º grau;
  • Funções e equações de 2º grau;
  • Inequações de 2ª grau;
  • Plano cartesiano;
  • Leitura de gráficos;
  • Mínimo múltiplo comum e Máximo divisor comum;
  • Probabilidade;
  • Geometria analítica;
  • Área de sólidos;
  • Funções trigonométricas;
  • Circunferências.
Foto de perfil Sumaia Santana
Por Sumaia Santana | Redatora
Formada em Comunicação Social com habilitação em Rádio e TV, atuo como redatora desde 2015 e acumulo experiência na criação de artigos e notícias sobre os mais diversos temas.

Deixe seu comentário (0)

Participe, faça um comentário.