Entrar

Questões de Vestibular: Geografia Crítica

Confira aqui questões de Geografia Crítica para Vestibular grátis com gabarito. Acesse milhares de exercícios com perguntas e respostas resolvidas e comentadas para treinar online. Se preferir, baixe o PDF!

Filtrar questões
💡 Selecione apenas 2 campos por vez e clique em filtrar.


(Quadrix - 2018 - SEDF - Professor Substituto - Geografia)

A corrente crítica ou radical da geografia desenvolveu, no Brasil, uma trajetória notável do ponto de vista da abordagem acadêmica, ao desvendar processos que nutriram o debate político em delicado momento nacional.

Tendo o texto acima apenas como referência inicial e analisando o processo histórico do pensamento geográfico, julgue o item que segue.

O neopositivismo foi um movimento que, aliado à geografia crítica na oposição ao pensamento da geografia quantitativa, teve em Milton Santos um de seus maiores expoentes.

(CESPE / CEBRASPE - 2022 - SEE-PE - Professor - Geografia)

Julgue o item a seguir, acerca da economia e das desigualdades socioespaciais em escala mundial, assim como suas repercussões no Brasil.

A teoria dos dois circuitos da economia urbana, criada por Milton Santos, põe os países desenvolvidos na instância do circuito superior e os países subdesenvolvidos na instância do circuito inferior.

(Quadrix - 2022 - SEDF - Professor de Educação Básica - Geografia - Edital nº 31)

A respeito da evolução do capitalismo ao longo da história e de temas correlatos, julgue o item.

Segundo Milton Santos, os países subdesenvolvidos, entendidos como países pobres, chegaram a essa situação não por acaso, mas como parte de um planejamento estratégico, levado a efeito por agentes impositores, em diferentes períodos históricos e diferentes espaços. 

(CESPE / CEBRASPE - 2023 - SME do Recife - PE - Professor II - Disciplina: Geografia)

Julgue o item subsequente, relativos às abordagens teórico-metodológicas no ensino da geografia.

Segundo a concepção de Milton Santos, a geografia estuda o espaço geográfico, entendido como aquele em que se realiza a história, não se separando o natural e o artificial, o natural e o político.

(Quadrix - 2017 - SEDF - Professor - Geografia)

    No princípio da humanidade, havia uma unicidade orgânica entre o homem e a natureza, na qual o ritmo de trabalho e de vida dos homens se associava ao ritmo da natureza. No contexto do modo de produção capitalista, este vínculo é rompido, pois a natureza, antes um meio de subsistência do homem, passa a integrar o conjunto dos meios de produção do qual o capital se beneficia. No processo de apropriação e de transformação dos recursos pelo homem, por meio do trabalho, ocorre o processo de socialização da natureza. O trabalho torna-se, então, o mediador universal na relação do homem com a natureza.

              Ana Maria Soares de Oliveira. A relação homem/natureza no modo de produção capitalista. Internet:   (com adaptações).

Com relação à temática abordada no texto, às noções de espaço, sociedade e natureza e ao pensamento de Milton Santos acerca dessas questões, julgue o seguinte item.

Segundo Milton Santos, na economia mundializada atual, as sociedades acabaram por adotar um modelo técnico único, ignorando a multiplicidade de recursos naturais ou humanos específicos de cada região.

(Quadrix - 2017 - SEDF - Professor - Geografia)

As propostas de regionalização do Brasil vão aos poucos evoluindo dentro do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Com o Atlas do Brasil: Disparidades e Dinâmicas do Território, é possível identificar a evolução das grandes regiões do Brasil, segundo o IBGE, no período de 1940 a 1990. Nessa evolução, o conceito de região natural cede lugar ao de região homogênea definida, segundo a combinação de aspectos físicos, humanos e econômicos. Na regionalização do IBGE, os limites das regiões obedecem aos limites dos estados.

Romana Leite e Cármen Silva. Oficina cartográfica como elo para a prática de formação. XVI Encontro Nacional dos Geógrafos. Porto Alegre, 2010. Internet:   (com adaptações).

Tendo o texto como referência inicial, julgue o próximo item.

Os geógrafos Milton Santos e Maria Laura Silveira sugeriram, na década de 1990, uma nova divisão regional do País com base no critério do meio técnico-científico-informacional. Seriam quatro regiões: Amazônia; Nordeste; Centro-Sul; e Região Concentrada.

(CESPE / CEBRASPE - 2022 - SEE-PE - Professor - Geografia)

No que concerne às relações de trabalho, à agropecuária, à indústria e à espacialidade da população, julgue o item a seguir.

O meio técnico-científico, conceito proposto por Milton Santos, tem seu marco temporal-espacial vinculado aos sistemas de modernização desenvolvidos a partir do fim da Segunda Guerra Mundial.

(Quadrix - 2017 - SEDF - Professor - Geografia)

No princípio da humanidade, havia uma unicidade orgânica entre o homem e a natureza, na qual o ritmo de trabalho e de vida dos homens se associava ao ritmo da natureza. No contexto do modo de produção capitalista, este vínculo é rompido, pois a natureza, antes um meio de subsistência do homem, passa a integrar o conjunto dos meios de produção do qual o capital se beneficia. No processo de apropriação e de transformação dos recursos pelo homem, por meio do trabalho, ocorre o processo de socialização da natureza. O trabalho torna-se, então, o mediador universal na relação do homem com a natureza.

              Ana Maria Soares de Oliveira. A relação homem/natureza no modo de  produção capitalista. Internet:   (com adaptações).

Com relação à temática abordada no texto, às noções de espaço, sociedade e natureza e ao pensamento de Milton Santos acerca dessas questões, julgue o seguinte item.

Para Milton Santos, o espaço é o conjunto indissociável de sistemas de objetos naturais ou fabricados, isto é, formados apartir da natureza, ou da ação antrópica, e de sistemas de ações, deliberadas ou não.

(SEDU-ES)

Cada época tem suas verdades e cria seus mitos. A época atual é, por definição, mitológica e dificulta o encontro da verdade. 
Milton Santos. O País distorcido. São Paulo: Publifolha, 2002 (com adaptações).

Tendo como referência o fragmento de texto acima, julgue o item a seguir.

A competitividade econômica atual, além de influenciar a prática de corrupção, contribui para a ingovernabilidade de estados e municípios e o abandono dos interesses essenciais da sociedade.

(Senado Federal)

Impossível imaginar os novos paradigmas com os quais trabalha a Geografia atual — essencialmente marcada por um viés crítico, em que o conhecimento geográfico é concebido como a tentativa de compreensão do processo pelo qual a sociedade constrói e reconstrói continuamente o seu espaço — sem a marcante presença de Milton Santos.

Falecido em junho de 2001, aos 75 anos de idade, ele deixou vasta e densa produção intelectual, com mais de 40 livros publicados. Milton Santos recebeu 14 títulos de doutor honoris causa em universidades de vários países. Em 1994, foi laureado com o Prêmio Vautrin Lud, uma espécie de Nobel da Geografia.

A propósito da evolução desses novos caminhos teóricos e metodológicos percorridos pela Geografia contemporânea, dos quais o brasileiro Milton Santos foi um dos precursores e maiores expoentes, julgue o item seguinte.
Abrindo vasos comunicantes com as demais ciências, a Geografia crítica busca estudar a sociedade contemporânea — nascida da Revolução Industrial — a partir de sua configuração econômica e política, vista como determinante para a compreensão do modo pelo qual a natureza é transformada.