Entrar

Simulado: Exercícios sobre Existencialismo com Gabarito - ENEM

Marque todas as questões do simulado desta página "Exercícios sobre Existencialismo com Gabarito - ENEM" e clique no botão "Corrigir". Se preferir, baixe o PDF.


3 resolveram
57% acertos
Médio
0 ótimo
2 bom
1 regular
0 péssimo

(UPE) Se a filosofia deve ser, ao mesmo tempo, totalização do saber, método, ideia reguladora, arma ofensiva e comunidade de linguagem; se essa ‘visão do mundo’ é também um instrumento que trabalha as sociedades carcomidas; se essa concepção singular de um homem ou de um grupo de homens torna-se a cultura e, por vezes, a natureza de toda uma classe, fica bem claro que as épocas de criação filosófica são raras.

SARTRE, Jean Paul. Questão de Método. São Paulo: Difel, 1979.

A ideia filosófica de Sartre, no texto acima, considera como o mais alto grau de conhecimento:


(ENEM 2016) Ser ou não ser — eis a questão.

Morrer — dormir — Dormir! Talvez sonhar. Aí está o obstáculo!

Os sonhos que hão de vir no sono da morte

Quando tivermos escapado ao tumulto vital

Que dá à desventura uma vida tão longa.

SHAKESPEARE, W. Hamlet, Porto Alegre: L&PM, 2007.

Este solilóquio pode ser considerado um precursor do existencialismo ao enfatizar a tensão entre


(UPE) Atente ao texto a seguir referente à concepção filosófica da liberdade humana:

Sartre afirma que estamos condenados à liberdade. É ela que define a humanidade dos humanos, sem escapatória. Para o filósofo, é a escolha incondicional que o próprio homem faz de seu ser e de seu mundo.

(CHAUÍ, Marilena. Convite à Filosofia, 1996, p. 361. Adaptado)

A autora salienta acima o enfoque filosófico da liberdade no pensamento de Jean-Paul Sartre.

Sobre esse enfoque, é CORRETO afirmar que tais ideias estão alinhadas à concepção


(Unespar 2015) Em O Existencialismo é um humanismo, Jean-Paul Sartre coloca que o ser humano não é passível de uma definição, e que, dentro desta perspectiva, nada lhe pode ser, a priori, proibido. Sobre a perspectiva sartreana da liberdade, é correto dizer:


(UFSM) O filósofo alemão Ludwig Feuerbach (1804-1872) afirmou a tese materialista de que o “homem é aquilo que come”. Uma concepção semelhante foi defendida posteriormente por Karl Marx.Qual(is) da(s) asserção(ões) a seguir expressa(m) corretamente essa ideia materialista no pensamento de Marx?

I - A exploração do trabalhador pelos donos dos meios de produção é mantida pela consciência de classe.

II - A classe dominante tem como fim último a tomada do poder através da ação do proletariado.

III - As relações econômicas determinam a consciência do homem como ser social.

Está(ão) correta(s)


(ENEM 2020) Em A morte de Ivan llitch, Tolstoi descreve com detalhes repulsivos o terror de encarar a morte iminente. Ilitch adoece depois de um pequeno acidente e logo compreende que se encaminha para o fim de modo impossível de parar. “Nas profundezas de seu coração, ele sabia estar morrendo, mas em vez de se acostumar com a ideia, simplesmente não o fazia e não conseguia compreendê-la”.

KAZEZ. J O peso das coisas filosofia para o bem-viver. Rio de Janeiro: Tinta Negra. 2004.

O texto descreve a experiência do personagem de Tolstoi diante de um aspecto incontornável de nossas vidas.

Esse aspecto foi um tema central na tradição filosófica


(Unespar 2016) “A existência precede a essência” é uma inversão feita por Sartre de uma hierarquia milenar de valores defendida pela filosofia tradicional. Marque a alternativa que melhor explica o sentido desta inversão.


Texto associado.

(ENEM 2020) 

TEXTO I

Os meus pensamentos são todos sensações.

Penso com os olhos e com os ouvidos

E com as mãos e os pés

E com o nariz e a boca.

PESSOA, F. O guardador de rebanhos – IX. In: GALHOZ, M. A. (Org.). Obras poéticas. Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 1999 (fragmento).

TEXTO II

Tudo aquilo que sei do mundo, mesmo por ciência, eu o sei a partir de uma visão minha ou de uma experiência do mundo sem a qual os símbolos da ciência não poderiam dizer nada.

MERLEAU-PONTY, M. Fenomenologia da percepção. São Paulo: Martins Fontes, 1999 (adaptado).

Os textos mostram-se alinhados a um entendimento acerca da ideia de conhecimento, numa perspectiva que ampara a


(Unicentro PR/2019) Para Jean Paul Sartre, filósofo existencialista contemporâneo, a liberdade não é uma escolha, pois o ser humano está “condenado a ser livre”. Assinale a alternativa mais adequada para fundamentar a concepção sartreana de liberdade.


(ENEM 2018) O filósofo reconhece-se pela posse inseparável do gosto da evidência e do sentido da ambiguidade. Quando se limita a suportar a ambiguidade, esta se chama equívoco. Sempre aconteceu que, mesmo aqueles que, pretenderam construir uma filosofia absolutamente positiva, só conseguiram ser filósofos na medida em que  simultaneamente, se recusaram o direito de se instalar no saber absoluto. O que caracteriza o filósofo é o movimento que leva incessantemente do saber à ignorância, da ignorância ao saber, e um certo repouso neste movimento.

MERLEAU-PONTY, M. Elogio da Filosofia. Lisboa: Guimarães. 1998 (adaptado).

O texto apresenta um entendimento acerca dos elementos constitutivos da atividade do filósofo, que se caracteriza por


Resolver simuladosEscolaridadeQuantidade
Filosofia ContemporâneaEnsino Médio2
Escola de FrankfurtEnsino Médio1
Filosofia PolíticaEnsino Médio1
Sócrates e PlatãoEnsino Médio1
Filosofia modernaEnsino Médio1
Filosofia da CiênciaEnsino Médio1
AristótelesEnsino Médio1
FilósofosEnsino Médio1
ExistencialismoEnsino Médio1
Ética e MoralEnsino Médio1

Deixe seu comentário (0)

Participe, faça um comentário.