Entrar

Simulado: Revolução Francesa: 10 exercícios de vestibulares com gabarito

Marque todas as questões do simulado desta página "Revolução Francesa: 10 exercícios de vestibulares com gabarito" e clique no botão "Corrigir". Se preferir, baixe o PDF.


2 resolveram
80% acertos
Fácil
2 ótimo
0 bom
0 regular
0 péssimo

(ETEC) Iniciada em 1789, a Revolução Francesa tinha como um de seus principais objetivos a abolição da sociedade de Antigo Regime, com o fim dos privilégios e das desigualdades entre os diferentes grupos sociais.

Pouco antes da Revolução, a sociedade francesa estava dividida entre


(UNIUBE MG/2016) – Um dos fatores que contribuiu para a eclosão da Revolução Francesa foi o aprofundamento dos conflitos de classes, fazendo surgir novos grupos no cenário político. Do ponto de vista social, podemos afirmar que a Revolução Francesa:

I. Traduziu o desejo do Terceiro Estado em suprimir a ordem social baseada no privilégio aristocrático e na sociedade estamental.

II. Propiciou o retorno dos privilégios sociopolíticos do Antigo Regime, apesar de implantar medidas extremas como o terror e a violência.

III. Promoveu uma sociedade igualitária com o estabelecimento do sufrágio universal, o direito à propriedade e a igualdade de direitos políticos entre as classes.

IV. Engendrou mudanças sociopolíticas que permitiram à França inserir-se no contexto capitalista, beneficiando a classe burguesa, que se apropriou dos efeitos da Revolução.

As afirmativas CORRETAS estão contidas em


(UDESC) Alguns historiadores analisam que a Revolução Francesa (1789) comportou duas revoluções , ocorridas paralelamente: a burguesa e a camponesa. Assinale a alternativa incorreta, a respeito de algumas das questões que justificariam essa análise sobre a Revolução Francesa.


(UFSCar) – A queda na produção de cereais, às vésperas da Revolução Francesa de 1789, desencadeou uma crise econômica e social, que se manifestou


Texto associado.

(UDESC) “Renunciar à liberdade é renunciar à qualidade de homem, aos direitos da humanidade, e até aos próprios deveres. Não há nenhuma reparação possível para quem renuncia a tudo. Tal renúncia é incompatível com a natureza do homem. Assim, seja qual for o lado por que se considerem as coisas, o direito de escravizar é nulo, não somente porque ilegítimo, mas porque absurdo e sem significação. As palavras escravidão e direito são contraditórias; excluem-se mutuamente. (Jean-Jacques Rousseau. O Contrato Social.)

 

O livro O contrato Social, escrito por Rousseau e lançado em 1762, apresenta ideias que confluem com as lutas por “liberdade, igualdade e fraternidade”, conhecido lema da Revolução Francesa.

Com base na citação de Rousseau – O Contrato Social, assinale a alternativa correta a respeito das relações entre a Revolução Francesa e a prática da escravidão.


Texto associado.

(Unemat MT/2016) – A Revolução Francesa foi, de fato, um conjunto de acontecimentos suficientemente poderoso e universal em seu impacto para ter transformado o mundo permanentemente (…). Metade dos sistemas legais do mundo está baseada na codificação legal que a Revolução implantou. (…) A Revolução Francesa deu aos povos a noção de que a história pode ser mudada por sua ação. Deu-lhes também o que até hoje permanece como a mais poderosa divisa jamais formulada para a política da democracia e das pessoas comuns que ela inaugurou: “liberdade, igualdade, fraternidade”.

(HOBSBAWM, Eric. Ecos da Marselhesa. São Paulo: Companhia das Letras, 1996. p. 124-5)

Que país latino-americano teve sua independência influenciada pela Revolução Francesa?


(Fuvest) – Nas Revoluções Francesa (1789), Mexicana (1910), Russa (1917) e Chinesa (1949), há um elemento comum a todas. Trata-se da


(Fuvest) Há controvérsias entre historiadores sobre o caráter das duas grandes revoluções do mundo contemporâneo, a Francesa de 1789 e a Russa de 1917; no entanto, existe consenso sobre o fato de que ambas


(Unicentro)  “Para o historiador, todos os acontecimentos, mesmo os remotos, têm atualidade e vida. Mas isso é ainda mais verdadeiro no caso da Revolução Francesa de 1789, que transformou o modo de vida até daqueles que pouco souberam ou sabem sobre ela, até hoje em dia. Não será exagero dizer que ela ajudou a dar forma ao mundo ocidental contemporâneo, moldando as instituições e os ideais que nos animam e que consideramos universais.” (GRESPAN, Jorge. Revolução Francesa e Iluminismo. São Paulo: Contexto, 2003. p. 9.)

Sobre a Revolução Francesa, é correto afirmar.


(UNIME BA/2016) – Durante a Revolução Francesa, em 1789, foi aprovada a Declaração de Direitos do Homem e do Cidadão.

No contexto histórico da época, esse documento


Resolver simuladosEscolaridadeQuantidade
História do BrasilEnsino Médio11
Idade ContemporâneaEnsino Médio6
Idade ModernaEnsino Médio5
História da AméricaEnsino Médio3
Pré HistóriaEnsino Médio2
Segunda Guerra MundialEnsino Médio2
Idade MédiaEnsino Médio2
AristótelesEnsino Médio1
República VelhaEnsino Médio1
Reforma ProtestanteEnsino Médio1

Deixe seu comentário (0)

Participe, faça um comentário.