Entrar

Simulado: Questões sobre Descolonização Africana e Asiática com gabarito - ENEM

Marque todas as questões do simulado desta página "Questões sobre Descolonização Africana e Asiática com gabarito - ENEM" e clique no botão "Corrigir". Se preferir, baixe o PDF.


0 resolveram
0% acertos
n/d
0 ótimo
0 bom
0 regular
0 péssimo

(Unirio) A descolonização do continente africano, a partir de 1950, libertou nações do imperialismo. Entretanto, não solucionou os problemas estruturais de diversos países do continente. Sobre os países africanos descolonizados, é correto afirmar-se que:


(PUC-RJ) As lutas pela descolonização transformaram profundamente o mapa político mundial na segunda metade do século XX. As alternativas abaixo relacionam características importantes dos Estados nacionais surgidos na África e Ásia ao longo desse período, com EXCEÇÃO de uma. Qual?


(Fuvest) Portugal foi o país que mais resistiu ao processo de descolonização na África, sendo Angola, Moçambique e Guiné-Bissau os últimos países daquele continente a se tornarem independentes.

Isto se explica:


(UFRN - adaptado) Em relação ao processo de descolonização afro-asiático, é correto afirmar:


(Fuvest) As resistências à descolonização da Argélia derivaram essencialmente:


(PUC MG) Na segunda metade do século XX, após décadas de dominação européia, os povos da África conseguem se libertar. São marcas dos Estados Africanos hoje, EXCETO:


(Cesgranrio) "A Conferência está de acordo em declarar que o colonialismo, em todas as suas manifestações, é um mal a que deve ser posto fim imediatamente."

(DECLARAÇÃO DA CONFERÊNCIA DE BANDUNG, abril de 1955)

Após a Segunda Guerra Mundial, a dominação ocidental no continente asiático e no continente africano foi contestada por movimentos locais de confronto com as nações imperialistas, em prol da independência e da autodeterminação dos povos desses continentes. Dentre os fatores que possibilitaram o processo de descolonização afro-asiático, NÃO podemos apontar a(o):


(FATEC) A descolonização do Oriente Médio enfrentou sérias dificuldades decorrentes, entre outras razões, das arbitrariedades cometidas na demarcação dos territórios de cada uma das novas nações. Esse procedimento, ao tentar solucionar os problemas dos ex-dominadores, dividiu grupos tradicionais, tirando-lhes regiões ricas ou estratégicas, colocando, com isso, os nascentes Estados em rivalidade permanente e levando, algumas vezes, ao surgimento de guerras como a Guerra dos Seis Dias (1967).

Esse conflito trouxe como principal problema para aquela região:


(FGV) "... em 1955, em Bandung, na Indonésia, reuniram-se 29 (...) países que se apresentavam como do Terceiro Mundo. Pronunciaram-se pelo socialismo e pelo neutralismo, mas também contra o Ocidente e contra a União Soviética, e proclamaram o compromisso dos povos liberados de ajudar a libertação dos povos dependentes..."

A conferência a que o texto se refere é apontada como um


(UEPA) A Conferência de Berlim, realizada na Alemanha em 1885, sacralizou o processo de partilha da África. Dela fizeram parte a Inglaterra, França, Bélgica, Alemanha, Itália, Portugal e Espanha. A geopolítica imposta ao Continente Africano gerou, nas décadas posteriores, o sentimento anticolonialista, pois:


Resolver simuladosEscolaridadeQuantidade
História do BrasilEnsino Médio11
Idade ContemporâneaEnsino Médio6
Idade ModernaEnsino Médio5
História da AméricaEnsino Médio3
Idade MédiaEnsino Médio2
Pré HistóriaEnsino Médio2
Segunda Guerra MundialEnsino Médio2
Independência na América LatinaEnsino Médio1
Vincent van GoghEnsino Médio1
Era VargasEnsino Médio1

Deixe seu comentário (0)

Participe, faça um comentário.