Entrar

Livros mais cobrados e citados em provas do Enem e Vestibulares

Por Sumaia Santana | Em 24/04/2023 09:06:09 | Literatura, Livros e Obras

Conheça os livros e os movimentos literários mais cobrados e citados no Enem e Vestibulares. Veja também quais são os outros assuntos literários mais abordados nas provas do ENEM.


Veja também outras obras literárias mais presentes em vestibulares
Veja também outras obras literárias mais presentes em vestibulares

Confira a seguir os tópicos que abordaremos neste conteúdo:

Saber quais são os livros mais cobrados e citados nas questões de literatura do Enem e Vestibulares ajuda o estudante a se preparar de modo mais eficaz.

Ano após ano, vemos trechos de textos dessas obras nas questões nos exames, provando a relevância delas.

Na dica de hoje, além de falar quais são os livros mais cobrados no Enem e Vestibulares, falaremos também quais são os outros assuntos literários mais abordados no ENEM.

Livros mais são cobrados e citados na prova do Enem

Ao contrário do vestibular da Fuvest, por exemplo, que adianta quais obras devem ser lidas, os candidatos do Enem somente descobrem os títulos que vão ser adotados no dia da prova.

Mas, dá para ser proativo e estudar para as questões de literatura com a nossa lista de 7 livros sempre usados nas provas do Enem:

1. "Dom Casmurro" - Machado de Assis

Na obra de 1899 o leitor confere uma narrativa sobre ciúme ilustrada pelo casal Bentinho e Capitu. A grande incógnita é se Capitu traiu ou não Bentinho, algo que até hoje rende uma boa discussão.

2. "Grande sertão: veredas" - João Guimarães Rosa

Publicado em 1956, este é uma das mais importantes obras da literatura brasileira. Nas mais de 600 páginas, o autor mescla experimentações linguísticas e regionalismo.

3. "Vidas secas" - Graciliano Ramos

Romance de 1938 que mostra a trajetória de uma família de retirantes que sai do Nordeste para buscar melhores condições de vida.

4. "Gabriela, cravo e canela" - Jorge Amado

Publicado em 1958, o romance retrata o relacionamento entre Nacib e Gabriela. Esta história tem como pano de fundo a modernização de Ilhéus promovido pela exportação de cacau na década de 20.

5. "A hora da estrela" - Clarice Lispector

O livro publicado em 1977 conta a história de miséria financeira e sentimental de Macabéa, desde a infância no Nordeste até a vida adulta no Rio de Janeiro, por meio do narrador Rodrigo S.M.

6. "O cortiço" - Aluísio Azevedo

Romance de 1890 que revela as condições de vida nos cortiços do Rio de Janeiro ao término do século 19 e traz a tese de que o comportamento das pessoas tem a influência do meio em que se vive, raça e do momento histórico o qual estão.

7. "Quarto de despejo" - Carolina Maria de Jesus

No livro de 1960, a autora que morou em uma favela e era catadora de papelão fala sobre sua vida marcada pela fome, miséria e violência.

Livros mais cobrados e citados em vestibular

Das 8 obras que apresentaremos nesta lista, 4 também estão na lista de livros mais citados nas provas do Enem.

Em comum com o Enem: O cortiço, Dom Casmurro, Grande Sertão: Veredas e A hora da estrela. Veja agora as outras obras literárias mais presentes nos vestibulares:

"Memórias Póstumas de Brás Cubas" - Machado de Assis:

lançado em 1881, as memórias sobre a vida e suas indagações sobre a morte são contadas pelo protagonista, com a particularidade dele estar morto. Além disso, vemos ironia, pessimismo e problemas sociais, como a escravidão;

"Triste Fim de Policarpo Quaresma" - Lima Barreto:

a obra publicada inicialmente em 1911 em capítulos e, integralmente em 1915, conta a história do funcionário público nacionalista que propõe a adoção do tupi como idioma oficial;

"Capitães de Areia" - Jorge Amado:

livro publicado em 1937 conta a história de um grupo de meninos de rua de Salvador, mesclando a inocência dessas crianças e a violência da condição de suas vidas;

"Iracema" - José de Alencar:

lançado em 1865, Iracema faz parte da trilogia formada pelos livros O Guarani e Ubirajara.

Em resumo, a história é do romance entre a indígena Iracema e o português Martim que têm um filho e é apresentada como uma alegoria sobre a formação do povo brasileiro.

Prova de literatura do Enem: escolas literárias

Outro assunto costumeiramente visto são as escolas literárias.

Sobre elas, o estudante se depara com fragmentos de textos e deve identificar a quais movimentos eles pertencem. Falaremos a seguir o básico sobre as características das escolas literárias:

Trovadorismo:

Ligado à lírica grega, o trovadorismo herdou deste a relação entre poesia e música, uso de instrumentos para a declamação dos textos e a idealização do amor;

Humanismo:

Ao contrário do Teocentrismo, onde Deus está acima de tudo, o Humanismo tem o homem como centro o universo, propiciando afastamento dos mandamentos católicos e valorização das ciências;

Quinhentismo:

Visão europeia sobre o Brasil retratada por meio de crônicas de viagem, crônicas informativas e textos religiosos, escritos com linguagem simples e muitos adjetivos;

Classicismo:

Seu principal conceito era a busca pelo equilíbrio, pureza e forma, visando a perfeição;

Barroco:

Nasceu na Itália no século 16 e chegou à América Latina. As obras arquitetônicas, pinturas, músicas e literatura são rebuscadas e buscavam voltar com as ideias teocêntricas;

Arcadismo:

O nome se refere à Arcádia, local da Grécia que era morada dos poetas e pastores. A principal característica do arcadismo é a descrição da natureza;

Romantismo:

Valorização do emocional e da sensibilidade, tem a subjetividade e a evasão como pilares;

Realismo:

A objetividade dá o tom e é usada para retratar o cotidiano. Outro traço do Realismo é negar a perfeição e a subjetividade do Romantismo;

Naturalismo:

Tido como uma extensão do Realismo, o Naturalismo mostra o homem como algo a ser estudado. As características são a influência da teoria da evolução de Charles Darwin, relação entre personalidade e o meio em que se vive e a assuntos como adultério, homossexualidade, miséria e cirmes;

Parnasianismo:

Rigor estético com extrema preocupação com a forma, uso de vocabulário culto e preocupação maior com a forma do que com o conteúdo. Os sonetos, poemas com dois quartetos e dois tercetos foram as estruturas mais explorada;

Simbolismo:

Misticismo, espiritualidade, musicalidade e subjetividade são as marcas do Simbolismo. As obras deste movimento são ricas em onomatopéias;

Pré-Modernismo:

Emprego de linguagem informal, temas históricos, denúncia social, abordagem da miséria e conflitos sociais, nacionalismo e regionalismo;

Modernismo:

Movimento surgido no século 20 que rompe com as escolas literárias. Suas obras tinham o desejo de chocar as pessoas;

Pós-modernismo:

Veio no rastro dos avanços tecnológicos, do consumismo, globalização e da indústria cultural, fatos que ganharam força nos anos 60.

Resolver simuladosEscolaridadeQuantidade
Movimentos LiteráriosEnsino Médio2
Tendências ContemporâneasEnsino Médio1
Resolver questõesEscolaridadeQuantidade
Movimentos LiteráriosEnsino Médio20
Tendências ContemporâneasEnsino Médio10
Foto de perfil Sumaia Santana
Por Sumaia Santana | Redatora
Formada em Comunicação Social com habilitação em Rádio e TV, atuo como redatora desde 2015 e acumulo experiência na criação de artigos e notícias sobre os mais diversos temas.

Deixe seu comentário (0)

Participe, faça um comentário.